quarta-feira, 24 de junho de 2009

Proibir os e-mails para melhorar a comunicação.

Por Massimiliano Delazeri, estudante de Relações Públicas da UFRGS

Umas duas semana atrás, recebi pelo twitter uma dica do meu amigo e ex-professor Michael Menta. Ele falava de uma agência de RP, a Arment Dietrich, que resolveu abolir o e-mail interno como estratégia para melhor a comunicação interna. O objetivo era estimular a interação pessoal. A idéia foi testada por 10 dias e foi levada adiante - a empresa entrou no seu segundo mês sem e-mails e comemora os resultados. Está dando certo. Nós começamos a falar uns com os outros, comenta a CEO da agência Gini Dietrich. Ela celebra também a maior rapidez com que os assuntos passaram a ser resolvidos: não ficam mais no inbox por 2 ou 3 dias; são respondidos imediatamente porque alguém entra no meu escritório e faz uma pergunta.

Doido? Concordo que à primeira vista parece bem estranho, mas tem a sua lógica.

Onde eu trabalho é bem assim, se você manda um e-mail perguntando algo, pode esperar 30 minutos para receber a resposta. Se eu levanto e vou até a outra sala e pergunto, recebo a resposta na hora.

Hoje encontrei um amigo que me contou uma história engraçada. Ele casou a pouco tempo, embora já namorasse sua esposa a mais de 5 anos. Me contou que todos os dias, ele ficava junto com a sua esposa vendo TV por horas todos os dias. Calados os dois no sofá, sem trocar uma palavra. Um dia aconteceu que a TV estragou e ficou uma semana no conserto. Ele me contou que nessa semana houve uma revolução na comunicação interna na casa dele. Quando a TV chegou, ninguém quiz ligá-la, ficou lá esquecida por algumas semanas, até alguém lembrar que é muito mais fácil sentar no sofá e ver TV do que conversar.

................................................................................................................................
Hoje uma presença internacional no blog. Nicole, que na foto, aparece prestes a apreciar o delicioso cappuccino em Cork, na Irlanda. Que inveja isso nos causa! Além do visual altamente sugestivo do café o local onde será degustado é encantador. A Nicole nos enviou uma foto lindíssima e está concorrendo ao livro A Estratégia do Oceano Azul. E você já enviou a sua? Aguardamos pelo e-mail ocappuccino@gmail.com até 30 de junho.

5 comentários:

Teteu 25 de junho de 2009 11:17  

Dependendo do ambiente, do clima, esta ação pode ser implementada e dar certo. Em empresas pequenas por exemplo em que há varios setores, claro que entre os setores não se pode abolir o e-mail, mas entre os colaboradores do mesmo setor é viável. Contudo eu acredito que o e-mail e o telefone e o contato pessoal são ferramentas que se complementam. Quando envio um e-mail e não recebo a respota em algumas horas, se for interno vou à mesa da pessoa e se for externo ligo.

Fabio Procópio 25 de junho de 2009 16:44  

O que antes se falava sobre a televisão, que era a inibidora de relacionamentos, hoje acontece com a internet. Já me peguei conversando com os meus colegas de apartamento pelo msn, e eles estavam no quarto ao lado...

Abraçoss

Deh Bee 25 de junho de 2009 19:17  

engraçado como o extremismo no uso das ferramentas de comunicação acaba pedindo um extremismo ao lidarmos com o jeito que elas nos escravizam. uma vez pedi pra minha mãe deixar cortar o telefone, pra ver se eu desviciava da net... foi só voltar e a rehab foi por água abaixo XD

A Bordo 26 de junho de 2009 09:42  

Esta é uma questão bem complicada, pois realmente essas novas tecnologias diminuem o relacionamento cara-a-cara. As pessoas começaram com a mensagem de celular, de vez ligar, mandam mensagem. Já me peguei mandando uma mensagem para o celular do meu pai, sendo que ele estava na sala e eu no quarto da minha casa...¬¬'. Depois surgiu a internet para piorar a situação neh, as pessoas sempre entram no msn e conversam com várias pessoas, mas não seria melhor sair de dentro de casa e sair com elas?
0.ô

Betânia Castoldi 26 de junho de 2009 11:43  

Olá pessoal, achei bem interessante o assunto e resolvi postar. Eu trabalho numa grande empresa de telecomunicações e prefiro mil vezes falar pessoalmente, primeiro porque a comunicação fica bem mais clara e objetiva e tu se faz entender pelos teus gestos também e segundo porque alguns colegas de outros setores, ou até do mesmo setor, demoram para responder ou nem respondem, então tenho que correr atrás, "obrigando" assim, a outra pessoa a me dar o retorno imediato. E quanto às outras tecnologias que cada vez mais diminuem esse contato do olho no olho, eu mesma sou uma vítima, hehe, do Orkut e Msn, gosto de conversar, estou sempre conectada, às vezes deixo de conversar na minha casa com minha mãe ou meu irmão pra ficar no pc, mas não deixo de sair com os amigos e de conhecer pessoas novas "ao vivo e a cores", pois não existe nada melhor que o calor humano, principalmente agora no inverno, hehe. Abraços à todos vocês, e já já envio minha fotinho.

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home