segunda-feira, 25 de maio de 2009

A diferença.

Por Tainá Bucker, estudante de Relações Públicas da Univates

Você faz a diferença? Já fez, ou pretende fazer? Parabéns! Mas se ainda não fez, é bom começar a pensar nisso o quanto antes. Pois se você não faz a diferença, seja em casa, no trabalho ou nos relacionamentos, haverá quem faça. E você pode acabar ficando pra trás. Mas tenho certeza de que ninguém quer ficar, não é verdade? Então, mexam-se!

Existem empresas que fazem a diferença, porque nelas trabalham pessoas que também se preocupam em a fazer. Mera coincidência? Não, profissionalismo. Pois uma empresa que se preocupa em oferecer serviços e produtos de qualidade ao seu público alvo, tem como conseqüência, colaboradores que trabalham em busca dos mesmos objetivos. É por isso que esses negócios dão certo.

É duro aceitar a realidade, mas não podemos nos contentar apenas em sermos básicos. Temos que tentar ser insubstituíveis. Sermos os melhores, não apenas bons. Esta é a lei da sobrevivência atual meus caros, temos que nos adaptar a ela, gostando ou não, querendo ou não. O que não podemos é continuar vivendo nas amarras do passado, enquanto o futuro corre na nossa frente, apresentando-nos uma realidade nova a cada dia. As tendências existem para serem seguidas, caso contrário, o fracasso será o próximo a visitar a sua porta.

Almeje ser aquele alguém que ao sair da empresa deixa saudades, pois sabe que cumpriu seu papel de forma única e eficaz. Não se permita ficar obsoleto. Lute para manter-se sempre atualizado e em busca dos subsídios necessários para o seu crescimento e evolução. Antecipe-se aos acontecimentos. Fazer a diferença também não é tão simples, mas é só uma questão de observarmos o que estão fazendo por aí, e fazermos diferente! Fazer a diferença é fazer de forma diferente o que sempre foi feito de forma comum.

Na vida podemos ser escultores ou escultura, a escolha é nossa, mas o que importa mesmo é que saibamos direcionar os nossos potenciais e talentos a serviço de uma empresa, entidade ou causa e que de preferência, tenhamos o devido reconhecimento por este feito. Fazer a diferença é dar aquela contribuição única, no momento certo, gerando como conseqüência, os resultados esperados. As pessoas que fazem a diferença são aquelas que não se contentam com a mesmice e procuram deixar sua marca, criando oportunidades e inovando em seus negócios. Mas não basta acreditar nas mudanças, é preciso colocar a mão na massa!

Desafio aos acomodados, motivação aos empreendedores e rotina aos executivos de sucesso, fazer a diferença consiste em ultrapassar as barreiras que nós mesmos criamos para nos mantermos na zona de conforto. Caríssimos, cuidado hein! Enquanto saímos do trabalho no horário comercial, tem gente que fica produzindo até altas horas, tentando ter idéias mirabolantes para ajudar a empresa a progredir. Agora me digam o que vocês acham que elas estão fazendo? Horas extras? Agradando ao chefe? Nada disso, elas estão fazendo a diferença... Faça você também!

Não se contente em ser apenas mais um no mundo. Mais um no mercado, mais um nos negócios. Não seja somente mais um na vida. Não passe despercebido pelos lugares. Marque sua caminhada na terra. Provoque emoções nas pessoas. Supere as expectativas. Atravesse as barreiras. Quebre paradigmas. Vá além. Faça a diferença e eu garanto que perceberá a diferença!

2 comentários:

Emily Bianquini 26 de maio de 2009 10:14  

Isso aí...
agir desta forma é o diferencial em todas as profissões e essencial aos gestores da comunicação.

Abraço,

Emily Bianquini
RPublicando

Cláudia Moraes 26 de maio de 2009 19:23  

Adoreii seu blog, muito interessante seus posts!

Também tenho um, se tiver curiosade dê uma passadinha lá.


www.verbalizando-corg@blogspot.com

Até

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home