domingo, 17 de outubro de 2010

Indique os 10 RPs brasileiros que merecem ser seguidos no Twitter 2010.

segunda-feira | 18 de outubro de 2010

Uma discussão que surgiu desde a criação do Twitter é justamente essa: quem é influente e por quê? No início eram considerados influentes aqueles perfis com muitos seguidores, e então inventaram um jeito das pessoas usarem scripts para falsamente aumentar seu número de followers. Depois se começou a considerar influentes aqueles que têm muitos retweets, e também os com muitas mentions. Então foram criados os robots que retwitam e mencionam os perfis de acordo com palavras-chave específicas. E se pensarem numa outra forma de medir a influência, também criarão um novo jeito de burlar isso.

Mas por que precisamos mensurar nossa influência neste microblog? Aliás, este é o grande X da questão, que vem dos primórdios dos cálculos de retorno sobre investimento em comunicação. Veja bem, o Twitter é um meio de comunicação. E quem está mais preocupado em saber o quanto um perfil é influente é aquele que fez algum investimento nisso, seja tempo, dinheiro ou as duas coisas. Para apimentar ainda mais essa discussão, um grupo de pesquisadores (dois alemães, um inglês e um brasileiro) desenvolveram o documento Measuring User Influence in Twitter: The Million Follower Fallacy.

Trata-se de uma pesquisa que, com o aval da cúpula do Twitter, coletou dados de todas as mais de 80 milhões de contas, o que significou uma avaliação de mais de 1,75 bilhões de tuítes e de 1,96 bilhões de links postados.

A pesquisa verificou que apenas 6,19 milhões de usuários mantém o seu perfil ativo na rede. Daí foram analisadas a quantidade de seguidores desses perfis versus o número de retweets e mentions, e o que se constatou é que poucos dos que tinhas muitos seguidores conseguem de fato espalhar a palavra. Outros estudos já apontaram que aqueles com o maior número de seguidores podem ser tuiteiros populares, mas isso não está necessariamente relacionado à sua influência. Ter muitos seguidores não significa ser muito retuitado ou mencionado de forma significativa. Raquel Recuero fala exatamente isso: já cansei de dizer que número de seguidores não é igual a influência.

Whatever. Para os pesquisadores do The Million Follower Fallacy, o que conta mesmo como indício de influência é = mensagens retwitadas + qualidade dos perfis mencionados. Isso já sabíamos! A pesquisa vem para confirmar de forma empírica aquilo que todo heavy user de Twitter já entende como verdade. Mas será que até isso é verdade mesmo? Por que isso é bem paradoxal: há perfis populares seguidos por muita gente, mas com pouca influência, e outros com menos seguidores e muita influência.

Influence is the ability to drive action. Eles acreditam que é isso e nós também. Isso serve para o Twitter, para a comunicação e para a vida. Mas, até que ponto retweets e mentions exercem alguma influência sobre nossas ações? Clicar num botão de retweet ou mencionar um perfil muitas vezes não significa mais do que uma interação reativa com outro interagente, já dizia @alexprimo.

Quer dizer apenas que reagimos, concordando ou não, com relação ao que foi publicado. Mas até que ponto refletimos sobre a mensagem?

* * *

Bom. Sabendo que falar de influência não é algo tão fácil, ano passado, produzimos a lista com os 10 RPs brasileiros que merecem ser seguidos no twitter. Vejam bem, sabemos que se fossemos fazer uma lista com os perfis mais influentes, seria preciso uma pesquisa muito mais detalhada. Por isso buscamos saber os que merecessem ser seguidos no Twitter.

A lista, produzida a partir de indicações de profissionais, professores, pesquisadores e estudantes de Relações Públicas do país, tomou tamanha proporção que tornou-se referência no microblog entre os relações públicas do Brasil. Foi usada até como referência em monografia de conclusão de curso.

Sendo assim - sabendo que uma referência não significa nada, ou quase nada, se for esquecida nos arquivos de um blog - estamos iniciando o processo para apontar novamente Os 10 RPs brasileiros que merecem ser seguidos no twitter, na versão 2010.

Nosso intuito não é criar um ranking entre os perfis, por isso a metodologia similar a do ano passado (os 10 mais indicados são os que formam a lista). Já iniciamos iniciamos o processo solicitando as indicações daqueles que fazem parte da listagem de 2009.

Eles já nos encaminharam as suas indicações para os #10RPsBR de 2010. Agora, convidamos você para eleger quais os perfis identificados com as relações públicas merecem ser seguidos no Twitter, na sua avaliação.

Indique pelo Twitter os 3 (três) perfis relações públicas que acha que merecem ser seguidos. Não esqueça de mencionar o @ocappuccino nas indicações, para que possamos depois mapear e coletar todas as indicações. A data limite para as indicações é 20 de outubro.

Importante:
1. Não listamos critérios, pois o valor de merecimento é por conta do seu entendimento.
2. Definimos como os perfis identificados com as relações públicas, pois podem ser indicados profissionais, estudantes, blogs, portais, instituições, etc, ou seja, qualquer tipo de @, desde que você o identifique como identificado com as relações públicas.
_ _ _

2 comentários:

Laís Bueno 19 de outubro de 2010 10:27  

gente,
adorei a importância que vocês deram à presença da lista dos #10rpsbrasil na minha monografia! na verdade, ela é que foi importante, está lá justamente porque teve relevância pra mim e pra muita gente!

vamos ver o que está por vir na lista 2010! :)

vocês mandam muito bem, sempre! sucesso, cada vez mais!

beijão.

Karen Nakamura 6 de dezembro de 2010 23:03  

Adorei essa premiação para a nossa área. Ficou muito feliz com o pessoal de RP movimentando o twitter!

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home