segunda-feira, 21 de junho de 2010

Entrevista com Analisa Brum: por que o Endomarketing é uma forma de fazer Comunicação Interna.

segunda-feira | 20 de junho de 2010

Se você trabalha ou pretende atuar na área de Comunicação Interna e Endomarketing, já deve saber que o sucesso de uma campanha depende do alinhamento das ações de Comunicação com os objetivos e valores da Organização. Além disso, a efetividade das ações é medida de acordo com o grau de motivação e engajamento do público, e para isso é preciso superar barreiras, que podem ir desde a cultura da empresa (muitas vezes engessada e conservadora demais ) até a ampla diferença no perfil dos funcionários (área de atuação, nível de escolaridade, faixa etária etc.).

Todas transformações que estão ocorrendo na estabilidade econômica e no comportamento das gerações afetam diretamente o relacionamento empresa-empregado, e exigem que o profissional de Comunicação e Marketing se adapte e se atualize rapidamente para acompanhá-las. Para entendermos um pouco mais as tendências destas mudanças e seus impactos, entrevistei a especialista em Endomarketing Analisa de Medeiros Brum.

UM POUCO SOBRE @analisahh
A
nalisa estuda e trabalha com Endomarketing desde o início da década de 90, tendo fundado em 2000 a agência de Endomarketing HappyHouse Brasil considerada benchmarking na área e responsável por contas como Gerdau, Vale, Lojas Renner, Gol, Braskem, Seara e IBM Brasil. Já publicou livros que são referências no Brasil e no exterior: Endomarketing, 1994; Endomarketing como Estratégia de Gestão, 1998; Um Olhar sobre o Marketing Interno, 2000; Respirando Endomarketing, 2003; Face a Face com o Endomarketing, 2005; e Endomarketing de A a Z, 2007.

O ENDOMARKETING E A COMUNICAÇÃO INTERNA HOJE

Ocappuccino:
Conforme tu disseste na última palestra que ministrou na AMCHAM, hoje as empresas estão reduzindo o investimento com Endomarketing e apostando mais na Comunicação Interna. Na tua opinião, por que isso está acontecendo e quais os impactos dessa mudança dentro e fora das organizações?
Analisa Brum: É uma questão de custos. Se a empresa possui um processo estruturado de Comunicação Interna, com canais definidos e atuantes, pode trabalhar a informação sem ter que investir em grandes campanhas de Endomarketing. O impacto disso é difícil de ser mensurado, pelo menos num curto prazo. Mas acredito que as empresas não venham a sofrer muito com isso. O importante é não deixar de trabalhar a informação.

Ocappuccino:
Como o Endomarketing colabora para a efetividade da Comunicação Interna e vice-versa?
Analisa Brum: O Endomarketing é uma forma de fazer Comunicação Interna com técnicas e estratégias de Marketing. Não dá para dizer que um colabora com o outro ou vice-versa. Na verdade, são duas formas de se trabalhar a informação dentro da empresa. O ideal é usar as duas em momentos adequados.

Ocappuccino: Por que a Comunicação Interna tem que ser encarada como uma estratégia de gestão?
Analisa Brum
: Porque o público interno é o grande ativo das empresas. Hoje, se a empresa não trabalhar a informação internamente, não terá como conseguir o alinhamento das pessoas a sua estratégia. As pessoas precisam estar cientes dos objetivos, estratégias e resultados da empresa. A Comunicação Interna e o Endomarketing servem para isso.

Ocappuccino: Os objetivos do Endomarketing mudaram bastante se comparados com alguns anos atrás. Você acha que isso está relacionado à entrada da Geração Y nas empresas? Por quê?
Analisa Brum: Penso que não especificamente. A Geração Y é um segmento de público interno. Mas existem muitos outros. A Comunicação Interna e o Endomarketing mudaram porque o contexto das empresas mudou e, consequentemente, seus objetivos e desafios. Os segmentos de público interno sempre terão suas próprias características que precisam ser levadas em consideração. A Geração Y é apenas um deles.

Gostaria de agradecer a Analisa pela disponibilidade em conceder a entrevista, e a Helena (funcionária da HappyHouse Brasil) que me atendeu gentilmente no evento da AMCHAM, onde as encontrei.

_ _ _

6 comentários:

Ocappuccino.com 23 de junho de 2010 09:06  

ótima entrevista, é sempre muito legal ver a opinião de quem tem experiência (e já é referência) no mercado.

eu queria aproveitar a oportunidade para acrescentar só mais uma pergunta:

> Já sabemos que a utilização das redes sociais (orkut, twitter, bogs.....)para o relacionamento entre empresas e clientes é uma opção bastante adotada como ação de marketing.
E para o público interno?
Esses plataformas de comunicação estão sendo exploradas nas ações de endomarketing?

O que acha Maria, consegue essa resposta pra gente???

--
Massimino Delazeri

Julia Maestrano 23 de junho de 2010 15:03  

quando se tem metas e se pretende chegar a algum objetivo, não basta apenas que a diretoria da empresa queira

todos os colaboradores devem querer também,

infelizmente ouvimos falar muito pouco de endomarketing dentro da faculdade

Fernando Alves 24 de junho de 2010 12:10  

Usar a frase: "Não dá para dizer que um colabora com o outro ou vice-versa. Na verdade, são duas formas de se trabalhar a informação dentro da empresa. O ideal é usar as duas em momentos adequados.."
Me parece forma de querer enrolar cliente e vender serviços. O endomarketing é, segundo os modernos estudiosos, uma ferramenta de comunicação interna, podem e devem ser trabalhdo conjuntamente, como, por exemplo numa campanha viral de motivação.

Maria Alana 30 de junho de 2010 16:31  

Gente, primeiramente gostaria de me desculpar pela demora em responder estes comentários, mas isto aconteceu porque estava viajando (férias) e só retornei ontem.

Mano, para responder a tua questão vou citar um trecho de um post sobre a utilização das redes sociais pelas empresas, que publiquei no blog Comunicação e Tendências (alanabrinker.wordpress.com):

"Uma das últimas tendências na Web são os blogs corporativos, utilizados frequentemente para estreitar o relacionamento com os públicos interno e externo. Aqui no Brasil, um ótimo exemplo é o blog da Petrobrás chamado Fatos e Dados, moderado pelo próprio departamento de comunicação, que obteve grande destaque após a CPI da Petrobrás. Nesta época, eram postadas notícias sobre o processo de inquérito a todo momento, garantindo mais transparência e eficácia na veiculação das informações. Excelente ação de marketing e relações públicas!

Os blogs corporativos também são excelentes veículos para a divulgação das estratégias da empresa, seja através de notícias, posts ou campanhas, pois ajudam a nivelar o conhecimento transmitido ao quadro funcional, evitando os famosos ruídos na comunicação ou a “rádio corredor”. A utilização deste recurso, aliada a boas estratégias de comunicação interna, ainda facilita o debate e a discussão, podendo, inclusive, eliminar a necessidade de reuniões presenciais e servir como local para o registro de atas, uma vez que pode ter seu acesso limitado ao público interno."

Mesmo com todos os benefícios proporcionados pelas redes sociais no processo comunicacional, a maioria das empresas ainda não as utiliza para potencializar a comunicação com o público interno. Isto ocorre, infelizmente, porque elas ainda não estão preparadas para isto, pelos seguintes motivos:

- com a alta exposição que as redes sociais proporcionam e a rapidez com que as informações são trocadas, é preciso que a empresa contrate (ou terceirize) uma equipe preparada para realizar a manutenção dessas redes, atualizando-as constantemente e respondendo aos comentários. Ou seja, isto significa mais investimento em contratação e capacitação de funcionários, e nem todos os empresários dispõem de verba para investir nisso ou, o que é mais importante, querem investir nisso;

- outros empresários dispõem de verba para este investimento, mas têm medo da repercussão da troca de informações e da exposição a que estarão sujeitos. Na minha opinião, ou isto pode ser falta de esclarecimento;

- outro fator importante, que acaba sendo um empecilho para muitas empresas implementarem a utilização das redes sociais nas ações de comunicação interna e endomarketing, é o acesso dos funcionários ao computador e à Web - lembrando que dentro de uma empresa nem todos têm acesso à Web ou sequer sabem como navegar nela, e isto, lamentavelmente, é uma realidade aqui no Brasil.

Mesmo com estes fatores limitantes, acredito que, devido ao rápido desenvolvimento das redes sociais e a sua crescente utilização em nosso dia-a-dia, com o passar do tempo todos os empresários terão que se adaptar a esta nova maneira de se comunicar e incorporar a utilização delas nas ações de comunicação interna e endomarketing.

Continua...

Maria Alana 30 de junho de 2010 16:36  

Julia, muito obrigada pelo comentário.

Infelizmente, o Endomarketing ainda é um assunto pouco comentado no meio acadêmico, mas creio que isto também esteja relacionado à divergência nas suas definições e na existência de poucos autores que falam no tema.

Se quiseres, coloquei alguns posts sobre a origem do marketing e suas denominações no blog Comunicação e Tendências (alanabrinker.wordpress.com), onde também falo sobre Endomarketing.

Fernando, primeiramente, obrigada pelo comentário no blog.

Com certeza, muitos estudiosos apontam o endomarketing como uma ferramenta de comunicação interna, mas devemos concordar que em todas as áreas estudiosos e especialistas podem divergir nas opiniões, e nem por isso ambos são totalmente certos ou errados.

Sempre gostamos de receber comentários com outros pontos de vista, assim como o teu ou de outros visitantes de nosso blog. Mas, na minha opinião, colocar que o que estava escrito na entrevista "...parece forma de querer enrolar cliente e vender serviços." não é nada delicado, e pode ofender outros profissionais de Comunicação que tenham a opinião diferente da tua e que nem por isso têm a intenção de enrolar o cliente e vender mais serviços.


Abraço a todos!

Anônimo 22 de dezembro de 2010 09:11  

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home