sexta-feira, 12 de março de 2010

Se formou? E agora?

Por Andressa Carrasqueira, formada em Relações Públicas pela UERJ

Querido leitor, se você, como eu, acabou de se formar, e nenhuma revolução em sua vida aconteceu, não se desespere. Geralmente as opções deste período são:

"a) ser efetivado no estágio; b) conseguir um emprego de assistente/analista júnior; c) se inscrever em todos os processos de trainee da face da terra; ou d) se tem uma família bem de grana, ficar desempregado até achar alguma parada.

Claro que existem outras opções como herdar uma fortuna de uma tia distante, ganhar na mega-sena, abrir a própria empresa com uns amigos achando que vai ficar rico no primeiro ano (e por que não?)... Mas, na maioria dos casos, as pessoas ficam entre as quatro primeiras.

E aí você começa a ficar meio desmotivado, certo? Porque os salários de júnior às vezes são uma mixaria... Porque às vezes, depois de efetivado, você continua sendo tratado como estagiário... Porque os processos de trainee requerem que você ganhe fluência em mais dois idiomas e tenha vivência internacional nos próximos três meses... Porque a agência/site/escritório/qualquer coisa que você abriu com os seus camaradas está dando prejuízo... E por uma série de outros fatores do baixo astral que atingem o recém formado.

Mas, como eu disse, não se desespere. Muitas vezes existem boas oportunidades à nossa volta, que simplesmente não conseguimos enxergar. E a melhor opção para conseguir melhorar de vida é constituir um bom ciclo de amigos, o famoso networking. Ele começa praticamente quando a gente diz a primeira palavra, que já é suficiente para nos conseguir alguns favores. Tem gente que escracha logo e diz que a vida é um banco de favores. E, sem pudores, é mesmo. Não quer dizer que você sempre vai ajudar alguém pensando no que vai receber em troca, mas você pode ter certeza: essa pessoa vai lembrar de você.

Além da rede de relacionamento, aliás, muito facilitada nessa época de web 2.0, é muito importante investir em você. Mas investir vai além do MBA, viu gente? Aliás, a Você/SA fez uma reportagem outro dia revelando que o MBA, quando feito sem um objetivo específico para ser aplicado no trabalho, não melhora efetivamente a vida de ninguém. O que eu estou querendo dizer é que existem diversas formas de trabalharmos nosso perfil profissional que vão um pouco além das salas de aula tradicionais. A timidez, por exemplo, pode ser um dos piores empecilhos para quem sonha em se tornar um gestor. Talvez o ideal então seja fazer um curso de teatro antes da pós em gestão empresarial.

O mais importante neste período da vida, em que somos novos e inexperientes, porém cheios de gás e vontade de crescer, é uma boa auto análise. Descobrir quais são nossos pontos fortes e o que precisamos melhorar, e investir nisso. Um bom curso de oratória pode ser mais importante para um comunicador do que muita teoria por aí. E devemos lembrar sempre de não esquecer os que passam pela nossa vida, para que não sejamos esquecidos também. Profissionalmente essa é uma verdade: uma indicação passa na frente de pilhas de currículos.

Resumindo: desenvolva suas habilidades, faça amigos, e coloque a cara. Com certeza você vai começar a se sair melhor desde dinâmicas de grupo e entrevistas até situações do dia a dia. E aí, quando você estiver super bem de vida, que que você faz? É só lembrar d’Ocappuccino aqui!

10 comentários:

Diêgo Lôbo 12 de março de 2010 19:02  

haha!
Muito bacana.
Na verdade, acho que começo a entrar nessa desilusão. Acabei de sair daquela "Meus Deus, por que fiz RP?!" e começo a "Tá, já fiz. E agora?".
Concordo totalmente com a Andressa, investir sem uma perspectiva ou mesmo um objtivo específico do que fazer com esse curso, especialização, etc... não vai dar em nada, será apenas mais um diploma.
No mais, é procurar fazer aquilo que gosta... as RRPP felizmente (ou não?) nos permitem fazer tantas coisas, só basta encontrar quais dessas nos saímos bem.

Marcia Ceschini 12 de março de 2010 21:35  

Pessoal, eu tenho 16 anos de formada e posso dizer com segurança que todo mundo, sem exceção, passa por isso e em todas as áreas de formação.

As dicas das Andressa são excelentes, só não concordo com uma: MBA em seguida da formação. Vá ser estagiário, trainee, seja contratado, descubra sua área de interesse e ai sim, invista num bom MBA.O aproveitamento do MBA depois que vcs vivenciaram o mercado será muito melhor. Tenham certeza.

Um abraço e bem vindos aos novos colegas RP. A profissão é boa e tem campo sim. Sempre cabe um RP em todo lugar, mesmo que a empresa não nos chame assim

Joyce 13 de março de 2010 09:40  

Concordo com a Márcia, todo mundo já passou por isso. Com relação ao MBA, acho exagero fazer um logo em seguida da faculdade, mas uma especialização depois de 1 ou 2 anos de formado acho uma boa pedida, lá é possível conhecer gente nova e fortalecer o networking.
Parabéns pelo post.

Fernanda Fabian 13 de março de 2010 14:25  

Adoro os posts da Andressa!!
Muito legal trazer esse tema mesmo, e achei mais legal ainda os depoimentos, em especial o da Marcia, é muito bom termos esse feedback, principalmente porque não somos os 'donos da sabedoria', então ter opiniões diferentes, sob ângulos diferentes, é sempre muito bom!
Enfim, ainda falta alguns anos para que eu chegue nesta dúvida do pós formada, mas uma coisa sempre soube: não queria chegar no final do curso sem ter tido nenhum tipo de experiência na área. E posso afirmar que, até agora, não me arrependi da minha escolha. E acho que o que todos deveriam fazer é exatamente isso: correr atrás! As vezes não se faz exatamente algo relacionado ao curso, mas tente tirar o lado positivo de tudo, ao menos para seu networking!

max delazeri 13 de março de 2010 16:49  

A Andressa é a minha preferida! Muito bom teu texto.

Eu optei por "abrir a própria empresa com uns amigos achando que vai ficar rico"

Sei que não va iser no primeiro ano, mas acho que no segunda já vai rolar hahaha

Max Delazeri

Fernando Alves 13 de março de 2010 16:49  

Andressa, adorei o post.
COncordo com a Márcia na discordância com vc. rsrsrs....
O legal é ir pro mercado, fazer estágio e até mesmo, se possível fazer um intercâmbio ou um mochilão no exterior, conhecer novas possibilidades, observar os trabalhos realizados e só depois partir pro curso de especialização.
Abs.

Teteu 13 de março de 2010 20:28  

Mt bom texto Andressa. Parabéns.

E essa indecisão, angustia deve atingir 9 em cada 10 formandos de RRPP, deve ser por isso que estou prorrogando a minha formatura :D

Concordo com Fernando, uma viagem, uma nova experiência é muito boa e muito valorizada pelas empresas.

Eduardo Manica 13 de março de 2010 21:08  

Show de bola o texto! Acrescento uma opção que deixaste de lado: concurso público. As vagas são escassas, mas a esfera pública cada vez mais tem precisado de profissionais de Comunicação. Abraços!

Andressa 14 de março de 2010 12:17  

Gente, muito obrigada pelos comentários!!!
Bom, com relação ao MBA, talvez não tenha sido muito clara no post, mas concordo plenamente com vcs! Fazer MBA requer experência no mercado, com certeza. Até pq, pelo que me falaram, os MBAs são uma espécie de "colocar em prática", certo? Além de uma grande troca de experiência e uma oportunidade de networking.
Mais uma vez, muito obrigada, e sucesso pra todo mundo, pq a gnt merece!!

Ser.RP 16 de março de 2010 15:38  

Belo desabafo, Andressa. Como quase todos que comentaram já disseram, creio que todos devem passar pela angústia da incerteza do emprego. Acrescento que isso ocorre em todas as profissões, sem exceções. Se há um conselho que todos devem seguir, em qualquer área, é não sair da faculdade sem estágios. Sobre a questão sobre fazer ou não um MBA logo que sair da faculdade, vejo de duas formas: empresas valorizam as pessoas que buscam o aprimoramento, então é válido. Só me preocupo com as pessoas que fazem o MBA logo após a faculdade sem estar trabalhando. Sempre há a possibilidade de aplicar alguma teoria de comunicação no trabalho com frutos para todos e, claro, com reconhecimento. Não desanime. Vá em frente!
Abraços, Juliano Melo.
Blog Ser.RP

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home