segunda-feira, 22 de março de 2010

Marketing Político: pão e circo não são mais o foco!

Por Maria Alana, formada em Relações Publicas pela UFRGS

Estão se aproximando as eleições e mais uma vez assistimos a uma série de estratégias de Marketing sendo utilizadas para alavancar as intenções de voto. Não importa o partido, a categoria na qual concorre, hoje, todo político que se preze tem que ter na equipe de assessores bons marketeiros, se deseja vencer uma eleição.

Já passou a época em que o eleitor se orientava pelos ideais do partido. Há décadas, o mundo é dominado pela propaganda individual dos candidatos, lançados como produtos, construindo uma imagem espetacularizada e mais guiada por estética e fama do que pelas boas ideias. Infelizmente, em alguns casos o partido acaba se apoiando na imagem do candidato. Quanta fragilidade!

Você já analisou seu candidato antes de votar?

Jânio Quadros e seu slogan: Varrer a corrupção!

Já parou para analisar bem sua escolha de voto alguma vez? Foi atrás de informações sobre as trajetórias dos candidatos, pesquisou para saber se as promessas que fizeram em eleições anteriores foram cumpridas, quais as ideologias dos partidos etc.? Provavelmente, não! E, lamentavelmente, isso ocorre com quase todos nós. Afinal, quem precisa gastar tempo com isso se basta seguirmos o que as pesquisas mostram?

Segundo o site Portal do Marketing, nossa decisão de voto é influenciada por três componentes distintos: ideológico, político e eleitoral.

"O voto político é firmado de forma direta, numa relação pessoal entre candidato e eleitor. Em cidades pequenas esse fator é grande e chega a 80% da motivação dos votos.

O voto ideológico influencia apenas uma pequena parcela dos eleitores. O discurso de esquerda, de direita, do socialismo ou liberalismo afeta pouco mais de 5% do eleitorado, atingindo o máximo de 10% no mercado nacional.

O voto eleitoral representa o esforço concentrado de conquista do eleitor, é o campo de atuação do marketing político [sic]. Sua influência cresce com o tamanho do universo eleitoral. Chega a atingir até 70% das decisões de voto.

Essas definições são de um texto publicado em 2002, mas que já mostrava como somos altamente influenciados pelas estratégias de Marketing Político.

A Política é um espetáculo!

Em 2008, o teacher Obama, amparado por uma talentosa equipe de estrategistas em Comunicação, ensinou que, apesar de o espetáculo não ser dispensável, já não é tão necessário como antes. Graças à Internet, se o candidato não dispõe de muitos recursos para montar grandes comícios e seu próprio palco onde subirão atores Globais e cantores sertanejos - adaptei para o Brasil - que lhe darão apoio, ainda pode fazer um ótimo trabalho de divulgação na Web.

Obama investiu pesado na comunicação com os diversos públicos que compunham seu eleitorado. Ele, realmente, se diferenciou dos concorrentes, inovando no foco de sua campanha, que era baseado não só na imagem do candidato, mas na comunicação via web. O resultado? Grande arrecadação de fundos e uma das maiores famas da história presidencial conquistada por um político pouco conhecido antes das eleições.

Os marketeiros de Obama inovaram na maneira de se comunicar com os diferentes segmentos de eleitores, a ponto de trabalharem com todas as mídias sociais que você conhece e criarem um site com informações direcionadas para cada público: Womem, Students, Jewish Americans, Environmentalists, Obama Pride (para o público GLS), African Americans, Asian Americans & Pacific Islanders, Americans Abroad, Kids, Latinos, Veterans & Military Families, Sportsmen, Small Business, Seniors, Rural Americans, Republicans, People of Faith, Labor, Generation Obama (GO), Americans with Disabilities, Arab Americans, European & Mediterranean American e First Americans.

As últimas eleições norte-americanas mostraram que a utilização das ferramentas da Web 2.0 (como Facebook, Twitter, YouTube, Flickr etc.) em campanhas eleitorais é uma tendência que só vem a melhorar a comunicação entre candidato e eleitor, já que facilita o acesso a informações e estimula o debate através de fóruns de discussão ou mesmo Tweets. Os marketeiros da política, por sua vez, se esbaldam nestas facilidades, desfrutando de toda a popularidade das mídias sociais para fazer o que quiserem com a imagem de seus clientes.

Claro que, se Obama tentasse se eleger em um país como o Brasil, onde grande parte da população ainda não tem acesso à Internet - para falar a verdade, nem ao ensino de qualidade - é bem provável que suas táticas não fizessem tanto sucesso. Apesar dos nossos candidatos terem estes recursos ao seu dispor, ainda dependem muito de showmícios e mídias massivas, o que acaba influenciando na formação das alianças partidárias. Este é o caso, por exemplo, do PT e do PMDB - apesar de serem rivais em várias cidades e estados, uniram-se para apoiar a candidatura de Dilma Rousseff à presidência.

O tempo da propaganda eleitoral gratuita é determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e aumenta conforme a quantidade de representantes que o partido tem no país. Por isso, quanto mais deputados federais e senadores um partido tiver, maior será o período de exposição a que ele tem direito, seja na TV ou no rádio. Além de influenciar na união de partidos concorrentes, a desigualdade de tempo acaba dificultando a ascenção de partidos menores. Só para termos uma noção do que essas alianças significam, segundo José Dirceu (PT - SP) em entrevista à Rede Brasil Atual, PMDB e PT juntos podem eleger mais de 200 deputados, mais de 35 senadores e, aproximadamente, 15 governadores, o que representaria 39% da Câmara, 42% do Senado e metade dos executivos das unidades da federação. Agora, imagine todo este poder concentrado nas mãos de apenas dois partidos, até onde vai a democracia em casos como este?

14 comentários:

Luccas 23 de março de 2010 09:37  

Infelizmente muitos politicos estão sendo enganados com pessoas que não entendem nada de Mídias Sociais, na verdade muitas nem sabem o que é Mídias Sociais. Não basta ser um TWITTEIRO profissional tem que ter a visão geral das Mídias Sociais, a falta de "KNOW HOW" vai dar muita dar de cabeça para os senhores candidatos, ai vai a minha dica pelo menos pedir a pessoa que vai executar isso o minímo de planejamento e metricas dos resultados alcançados.

Fabio Procopio 23 de março de 2010 11:33  

Planejamento e Responsabilidade são as palavras chaves para campanhas, tanto online quanto offline. Creio que o efeito de campanhas online são mais perigosos e por isso devem ser bem planejados.

Estou lendo um pouco mais sobre o assunto, e creio que no ABRAPCORP isso também será discutido.. Já leu o texto dessa semana do Ricardo Campos??

Abraço

Ocappuccino.com 23 de março de 2010 22:08  

Oi Fabio. Li sim o post no blog do Ricardo. Concordo plenamente, é preciso ter mais responsabilidade e abrir realmente este canal para um diálogo.

É o que o Luccas escreveu, as vezes é isso mesmo, não é culpa do candidato, que - por conhecer pouco dessas ferramentas - delega o serviço a terceiros que não estão comprometidos realmente e só querem o dinheiro pelo trabalho, sem gerar resultado algum.

MATEUS

DennisAltermann 27 de março de 2010 02:05  

O grande problema é que após essa campanha do Obama, todos os políticos/partidos acham que é só criar um Twitter/Orkut e sair por aí falando qualquer coisa que vão ganhar alguma coisa... Acho que todos nós, usuários de internet, iremos sofrer com isso, recebendo praticamente spams políticos na internet também.

Maria Alana 31 de março de 2010 10:18  

Dennis,

é fato que a utilização das mídias sociais ganhou mais popularidade após a campanha do Obama. Aqui no Brasil, infelizmente, esses recursos ainda são mal explorados pelos políticos, provavelmente porque a maioria se preocupa mais em conquistar votos fazendo aparições em público e na TV do que estabelecendo um relacionamento melhor e mais aberto com a população - já que o acesso à Internet ainda é difícil para grande parte da população. Talvez daqui há alguns anos, quando o acesso à Internet estiver ao alcance de mais pessoas aqui no país, eles se preocupem mais com a manutenção da sua imahem e com o relacionamento através das mídias sociais.

Abraço, Maria Alana.

Anônimo 15 de novembro de 2012 08:07  

preise cialis cialis
prezzo cialis compra cialis in italia
cialis comprar cialis
cialis acheter commander cialis

Anônimo 17 de novembro de 2012 02:26  

cialis generika preise cialis
acquistare cialis cialis
generico cialis cialis
cialis generique cialis prix

Anônimo 30 de novembro de 2012 02:11  

[url=http://kaufencialisgenerikade.com/]cialis[/url] kaufen cialis 20mg
[url=http://acquistocialisgenericoit.com/]acquisto cialis[/url] comprare cialis
[url=http://comprarcialisgenericoes.com/]cialis[/url] cialis comprar
[url=http://achatcialisgeneriquefr.com/]acheter cialis[/url] cialis

Anônimo 14 de maio de 2013 08:22  

Hi to every , for the reason that I am genuinely keen of reading this weblog's post to be updated on a regular basis. It includes pleasant material.

My webpage - appliance repair Valrico

Anônimo 21 de maio de 2013 17:59  

I like reading through an article that can make people
think. Also, thank you for permitting me to comment!


Also visit my blog post :: Bench Craft Company advertising laws in florida

Anônimo 24 de maio de 2013 02:31  

Good day I am so delighted I found your website, I really
found you by accident, while I was researching on Askjeeve for something
else, Regardless I am here now and would just like to say thanks a lot for a incredible post and a all round enjoyable blog (I also love the theme/design), I don’t have time to read through it all at the
minute but I have book-marked it and also added your
RSS feeds, so when I have time I will be back to read much more,
Please do keep up the fantastic work.

Here is my blog; credit cards with low interest rates

Anônimo 25 de maio de 2013 23:44  

Hello everyone, it's my first go to see at this website, and paragraph is really fruitful designed for me, keep up posting these types of posts.

Here is my website; best travel rewards credit card

Anônimo 26 de maio de 2013 14:01  

Wow, this piece of writing is nice, my younger sister is
analyzing these kinds of things, thus I am going to let know her.


Also visit my blog ... Bench Craft Company advertising ideas unlimited

Anônimo 31 de maio de 2013 02:47  

naturally like your web-site but you have to check the
spelling on several of your posts. Many of
them are rife with spelling issues and I in finding it
very bothersome to tell the reality then again I'll surely come back again.

Look at my page; commodity trade statistics

Related Posts with Thumbnails

RPs blogs e blogueiros

Outros blogs e blogueiros

  © Ocappuccino.com :: Desde junho de 2008 - Porto Alegre - RS - Brasil | contato@ocappuccino.com | @ocappuccino |

Home